Blogue RBE

Blogue RBE - SAPO Blogs
  1. Todos os sonhos do mundo | mário de carvalho


    Todos Os Sonhos Do Mundo
     (todos os programas) 

    Mário de Carvalho nasceu em 1944, estudou Direito, é escritor. | 30 Jun, 2017

     

    "Tristeza não tem fim, felicidade sim", diz uma conhecida canção. Porque é que é tão difícil ser feliz se todos os nossos movimentos são no sentido de nos dizermos felizes? Vamos falar: para que a tristeza, pelo menos, conheça fim. Com Anabela Mota Ribeiro.

  2. Concurso ibérico Três Imagens... Quantas Emoções? | Ilustrarte 2018

    Pedro Gomes, coordenador interconcelhio da Rede de bibliotecas

    escolares fala-nos sobre o  Concurso Ibérico "Três Imagens... Quantas Emoções?"

     

     

    O Concurso:  A Câmara Municipal de Castelo Branco, o Centro de Cultura Contemporânea e a Rede de Bibliotecas Escolares, promovem o Concurso Ibérico “Três Imagens…Quantas Emoções!?”, uma iniciativa que decorre da Ilustrarte’18 - Bienal Internacional de Ilustração para a Infância.

     

    Localização e Horário:  VIII Bienal Internacional de Ilustração para a infância – Ilustrarte 2018 patente no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco (CCCCB) Campo Mártires da Pátria, S/N (Devesa) 6000-097 Castelo Branco T: 272 348 170 Terça a Domingo 10h00-13h00 e das 14h00-18h00

     

    Destinatários e condições:  Todos os alunos matriculados, no ano académico 2017/18, no ensino básico, secundário e superior, público e privado e a jovens com idade igual ou inferior a 25 anos que não se encontram nas categorias anteriores, de Portugal e Espanha.

     

    Calendário e inscrições:  Pré-inscrições online até 8 de outubro. Prazo de entrega de trabalhos: 11 de novembro de 2018 Divulgação de resultados: 10 de dezembro de 2018 Cerimónia de Entrega de Prémios: Data a anunciar

     

    Categoria dos trabalhos:  Cada concorrente pode enviar até ao máximo dois trabalhos. Categorias: Suporte Escrito - Poesia ou texto narrativo. Suporte Audiovisual - Stopmotion, Animação Digital ou Trailer (Imagem real ou animada).

     

    Objetivos:  Incentivar a criatividade literária e multimédia de crianças e jovens de Portugal e Espanha; Sensibilizar para a dimensão estética; Promover a multiliteracia; Estimular a utilização de diversos suportes de criação; Promover a escrita criativa

     

    Prémios:  Viagens a Madrid e a Castelo Branco; Livros; Cursos online de escrita criativa e de animação; Tablets; MP4s; Máquinas fotográficas; Entradas em Museus na cidade de Castelo Branco e em espetáculos no Cine-teatro Avenida, entre muitos outros.

     

    Organização:Câmara Municipal de Castelo Branco; Centro de Cultura Contemporânea e a Rede de Bibliotecas Escolares

     

    Cofinaciamento: Interreg España-- Portugal - 1234Redes.con

     

    Parceiros: DGE (Direção Geral de Educação); DGLAB (Direção Geral do Livro Arquivos e das Bibliotecas), PNL2027 (Plano Nacional de Leitura 2027); CCCTiCUa (Centro de Competências TIC da Universidade de Aveiro); IPCB (Instituto Politécnico de Castelo Branco); UBI (Universidade da Beira Interior); IEUM (Instituto de Educação da Universidade do Minho); CITI (Centro de Insvestigação para as Tecnologias Interativas); Fundación Germán Sánches Ruipérez; Laboratório Emília de Formação; CEPLI (Centro de Estudios de Promoción de la Lectura y literatura Infantil); ST-Arte; Paleta das Letras

     

    apoios.jpg

     

    Toda a informação está disponível no site de apoio ao concurso: https://literacias.net/3imagens/ ou no site da Câmara Municipal de Castelo Branco e dos Parceiros

     

    Mail direto para a comissão Organizadora: 3imagens@cm-castelobranco.pt

  3. Para que educamos? | jesús c. guillén

     

    Jesús C. Guillén é pesquisador e professor do curso de pós-graduação em neuroeducação da Universidade de Barcelona e autor do blog: 'School with an brain'.

     

    No seu último livro 'Neuroeducación en el aula. Da teoria à prática 'apresenta uma nova perspetiva sobre como melhorar os processos de aprendizagem graças ao conhecimento do funcionamento do cérebro. "A partir da abordagem de neuroeducação é essencial uma aprendizagem de, e para a vida", diz ele.

     

    O pesquisador destaca as funções executivas que influenciam o sucesso na vida de uma pessoa, tais como a memória de trabalho, a capacidade de recordar informações e a flexibilidade cognitiva e salienta a importância que estas têm na educação. "As funções executivas diferenciam-nos de outras espécies, permitem-nos planear e tomar decisões apropriadas." Para Guillén, a neuroeducação é um avanço para metodologias ativas de aprendizagem, pois estimula o desenvolvimento de várias habilidades para a vida. Isso é possível graças à plasticidade do nosso cérebro. "Não dizemos que aprender matemática ou ler não seja importante, mas eles devem partilhar um papel de liderança com outras disciplinas, como educação física, educação artística e educação emocional". Conclui o pesquisador.

     

    Tradução livre do espanhol com supressões.

     

    Ver programa completo.

     

    Referência: ¿Para qué educamos?. (2018). BBVA Aprendemos Juntos. Retrieved 18 September 2018, from https://aprendemosjuntos.elpais.com/especial/para-que-educamos-jesus-c-guillen/

     

  4. Novos media e aprendizagem online | josé bidarra
  5. Educar mentes curiosas: a formação do pensamento científico e tecnológico na infância | melina furman

    educar.png

     Download | 2016

     

    A educação hoje enfrenta a necessidade de formar pessoas que tenham a capacidade de agir e operar no mundo com total autonomia e liberdade para construir o seu projeto de vida e um futuro sustentável. 

     

    Melina Furman, no seu livro Educar mentes curiosas: a formação do pensamento científico e tecnológico na infância, promove aprendizagens ativas, significativas, responsáveis ​​e cultivadas pela curiosidade, através de exemplos e reflexões profundas.

     

    Conteúdo relacionado: